Campeonato Nacional de Acrobacia Aérea 2016

 

006

Reunindo uma elevada quantidade de pilotos, encerrou-se no dia 24/07 a terceira edição do Campeonato Nacional de Acrobacia Aérea, organizado pelo CBA na Academia da Força Aérea Brasileira (AFA), em Pirassununga – SP. A concentração do evento se deu no hangar do Esquadrão de Demonstração Aérea (Esquadrilha da Fumaça).

Nos dias anteriores, diversos competidores já haviam se reunido para treinarem em conjunto na vizinha cidade de São João da Boa Vista, que possui um aeródromo com boas instalações, pessoal acolhedor, e uma pista com excelente localização. Com isso, o local agora é considerado como uma referência para outros treinos no futuro.

O Campeonato teve, em seu dia inicial, o 1º Seminário de Acrobacia e Show Aéreo, ministrado pela Esquadrilha da Fumaça e aberto a todos pilotos que quiseram se inscrever. Foram abordados diversos aspectos sobre acrobacia dentro do contexto de demonstração aérea, e ao final foi conferido um certificado de participação aos presentes.

Nos dias 22, 23 e 24 desenrolou-se a disputa, que teve, dentre outras características, um elevado nível técnico, com pontuações expressivas em todas as categorias. A que teve maior número de inscritos foi a Sportman (Esporte), que a cada campeonato fica com vencedores cada vez mais imprevisíveis – ao longo dos voos, ocorreu uma grande ‘dança das cadeiras’, e não era raro ver um piloto que se posicionava muito bem em um dia descer várias posições no voo seguinte. Na maioria das vezes, essas alterações se deviam a casos em que pilotos invertiam ou confundiam as sequencias em voo, o que acabava por zerar parte da pontuação. Conforme dizem, o piloto ‘se perde’ no voo. Dentro desse contexto, quem se saiu melhor foi o piloto Pedro Tolomei, que voou um Pitts S-2C.

Uma sensação desse campeonato foi a participação, pela primeira vez no Brasil, de uma aeronave militar. Um ‘Tangão’ (T-25 Universal) entrou na categoria Básica, pilotado pelo Capitão Cruz, e arrancou aplausos dos presentes ao realizar com esmero as manobras definidas na sequência da FAI. Um dos acrobatas comentou depois: “Na hora que esses pilotos militares começarem a gostar vai ser difícil segurar, eles vão dar trabalho para os outros concorrentes”. E de fato, há a intenção de colocar no próximo ano mais 3 pilotos oriundos da AFA.  Vale lembrar que na França a força aérea possui time e aviões próprios de acrobacia de competição, de maneira que não é de todo impossível que isso venha a ocorrer também por aqui algum dia…

Outro fato curioso ocorreu com o curitibano Luis Gustavo Panceri, o ‘Faco’: durante os treinos em São João da Boa Vista ele teve um problema no motor de seu Cap-10 – uma quebra no comando da válvula de admissão. Faltava apenas uma semana para o início do campeonato e ele chegou a cancelar sua participação, mas, com a ajuda de amigos, retirou o motor do avião e o levou em um carro emprestado até Curitiba, onde seu pai providenciou o conserto em tempo recorde – em três dias o motor estava novamente montado na aeronave. “Faco” competiu normalmente e levou o primeiro lugar na categoria ‘Básica’.

aerobatic championship slick 360

Acima, aviões que voaram a categoria Intermediária, na qual o piloto Eduardo Venson levou o primeiro lugar.

Outro destaque desse campeonato foi a estreia do time de competição da EJ Escola de Aeronáutica, que levou dois troféus: o de ‘Piloto Revelação’ para Juliana Fraschetti, e o de 2º lugar na categoria Ilimitada para Marcos Geraldi – o ‘Marcão’ – que conseguiu comprovar que o avião CEA-309 Mehari é de fato um excelente projeto, e consegue, mesmo com motor de 4 cilindros, realizar toda a gama de manobras da categoria mais difícil da atualidade.

Por falar em categoria Ilimitada, é certo que 2016 foi o ano mais competitivo de todos da história recente. Com quatro pilotos inscritos (Engelmann, Francis Barros, Marcio Oliveira e Marcos Geraldi), essa categoria ficou com o resultado incerto até o encerramento do último voo. Márcio Oliveira chegou com força total na primeira rodada, Marcos Geraldi se manteve constante nos dois primeiros voos, e Francis Barros foi melhorando o desempenho a cada sequência. Já André Engelmann teve problemas no freio de seu avião, e deixou de voar as duas últimas sequências. O resultado final ficou a favor de Francis Barros, que levou o título de campeão nacional. Considerando o alto nível dos pilotos envolvidos nessa categoria, a expectativa agora é de que tudo caminhe para a formação de uma equipe para o mundial de 2017, que deverá ocorrer na África do Sul.

Nessa edição do campeonato, e sobretudo nas categorias mais elevadas, quando um competidor regredia posições era por algum erro visível, de maneira que não houve polêmicas quanto à atuação dos juízes – que, inclusive, tiveram um nível de julgamento bastante elevado ao serem ‘avaliados’ pelo software corretor de distorções. Outro fator que foi bastante elogiado foi a eficiência dos ‘starters’ de prova – Márcio Dell Aglio e Ricardo Conte, que agiram com mão de ferro e garantiram que nenhum piloto se atrasasse na escala de voo. A atuação rigorosa rendeu para este último o apelido de ‘Conte, o Carrasco de Xanxerê’ (em alusão à sua cidade natal).

No encerramento, foi feita uma homenagem ao saudoso piloto André Textor, que teve os troféus cunhados em sua memória.

Ao encerrar a cerimônia, o brigadeiro comandante da AFA ressaltou que a parceria da academia com o CBA deverá continuar pelos próximos anos. Essa amizade já rendeu diversos frutos, e promete continuar rendendo – afinal, é um evento que reúne em um mesmo lugar e em vários dias de convívio, a nata da acrobacia militar (os fumaceiros) e igualmente a nata da acrobacia civil (os pilotos de competição).

001

002

004

003

Ruy, Beto e Tiago Textor vieram de Goiás para prestigiarem a homenagem ao André.

 

007

Acima, pilotos da categoria Ilimitada: Marcos Geraldi (esq.), Francis Barros (centro) e Márcio Oliveira (dir.).

 

20160724_151529

 

 

008

Para maiores informações consultar: www.acrobacia.org.br

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s